Vereadores aprovam 4 projetos e abordam Educação, Parada de Natal e atendimento do Samu

por Técnico de Comunicação Social publicado 17/11/2016 08h35, última modificação 17/11/2016 08h37

 

A Câmara Municipal de São João da Boa Vista realizou na noite desta quarta-feira (16/11/16) a 36ª sessão ordinária do ano, com 4 projetos em pauta. Todos foram aprovados por unanimidade.

 

Em Votação Única havia 3 documentos. O Projeto de Lei do Legislativo 060/2016, de autoria do vereador Gérson Araújo, dá o nome de Amarildo Eleutério André à Rua 32 do Jardim Aurora.

 

O Projeto de Decreto Legislativo 020/2016, da Mesa Diretora da Câmara, autoriza licença para férias ao prefeito municipal, Vanderlei Borges de Carvalho, no período de 26 de novembro a 25 de dezembro deste ano.

 

O Projeto de Decreto Legislativo 021/2016, de autoria do vereador Vinicius Bovo, concede o Título de Cidadão Sanjoanense ao sargento José Messias Marques, chefe de instrução do Tiro de Guerra de São João.

 

Em Segunda Discussão, passou o Projeto de Lei do Executivo 057/2016, que cria o Fundo Municipal de Cultura, vinculado ao Departamento de Cultura e Turismo. Aprovado agora em dois turnos, o texto segue para sanção do prefeito e publicação.

 

Educação

Na parte destinada a temas livres, o reitor da Unifae, Francisco Arten, e o professor da instituição Marcus Vinicius de Mattos Alvarenga usaram a tribuna para fazer um agradecimento ao vereador Luís Carlos Domiciano (Bira) e ao Legislativo. Em outubro, Bira apresentou uma Moção de Congratulações ao docente Vinicius pela realização do projeto “Unifae na Escola”. Na tribuna, Arten também falou da importância do fortalecimento à Educação Pública e do modelo de financiamento de sua instituição, que, segundo ele, tem sido procurada por diversos municípios.

 

O vereador Claudinei Damalio parabenizou o jornal Extranews pela realização de mais uma edição do troféu Lição de Casa Extra, promovendo a educação e o reconhecimento da sociedade aos professores.

 

Parada de Natal

Claudinei também voltou a questionar o uso de recursos públicos municipais na realização da Parada de Natal deste ano, criticando “falta de informações” claras aos vereadores, por parte da Prefeitura, para explicar de quais setores sai o dinheiro aplicado no evento. De acordo com ele, alguns departamentos municipais poderão sentir a falta desses recursos em seus programas. A vereadora Elenice Vidolin também criticou o que classifica como falta de informações para ter condição de votar matérias com clareza.

  

Samu

Elenice leu na tribuna um documento enviado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), respondendo a um questionamento dela, que detalha a prestação do serviço das ambulâncias. De acordo com o texto, o Samu tem o dever de transportar pacientes independentemente de sua condição financeira e de terem ou não planos de saúde privados. No entanto, o serviço obedece a diversas normas técnicas reguladoras. Diante do interesse público deste tema, a vereadora pediu que o assunto seja divulgado, para que a população tenha conhecimento deste direito na área de Saúde. A íntegra do documento lido por Elenice pode ser conferida abaixo e também no Facebook da Câmara.


Acesse a galeria de fotos da sessão aqui

 

Samu 1

Samu 2

  

---

Assessoria de Comunicação Social

Câmara Municipal

Fotos: Thárcio de Luccas

registrado em: ,